Avenula pratensis subsp. lusitanica

VU Vulnerável
Nome Comum:  
Nome Científico Completo:   Avenula pratensis subsp. lusitanica Romero Zarco

AVALIAÇÃO DO RISCO DE EXTINÇÃO

CATEGORIA E CRITÉRIOS DA UICN

VU, Vulnerável

VU B1ab(iii,v)+2ab(iii,v)

Justificação da Avaliação

Avenula pratensis subsp. lusitanica é uma planta endémica do nordeste de Portugal continental com distribuição restrita aos maciços ultramáficos de Bragança-Vinhais e de Morais. É avaliada como Vulnerável por ter uma área de ocupação e uma extensão de ocorrência reduzidas, menos de dez localizações, e por se ter observado um declínio populacional continuado e um declínio continuado na qualidade e área do habitat. Estes declínios são recentes e poderão ter continuidade no futuro. A principal ameaça que pesa sobre a planta é a extração de inertes que poderá afetar o núcleo populacional mais numeroso, circunscrito ao baldio de Samil. É por isso urgente que esta prática, entretanto proibida, seja devidamente fiscalizada, de forma a conservar o baldio de Samil, um Sítio de Importância Comunitária da Rede Natura 2000 imprescindível para esta e outras espécies endémicas de solos serpentínicos. Recomenda-se ainda a conservação de germoplasma em bancos de sementes.

MAPA DE DISTRIBUIÇÃO

- Registos de ocorrência da planta

FOTOGRAFIAS

Financiamento:
Coordenação:      Parceria:  Cofinanciamento: